sábado, 20 de outubro de 2007

Festa Mundial da Animação


De 22 a 28 de Outubro o cinema de animação é celebrado na Casa da Animação, no Porto. Um vasto programa de Segunda a Domingo.
A página oficial informa: "O Dia Internacional da Animação deu origem a um evento de repercussão mundial que celebra a arte do cinema de animação. A efeméride é celebrada em mais de 50 países através da organização de uma Festa Mundial. Em Portugal, a Casa da Animação é a antena do evento."

Entrada Livre

Casa da Animação
Rua Júlio Dinis, Edifício Les Places 208 - 210, Porto
Site oficial do evento aqui
Cartaz da autoria de Abi Feijo

Katie Melua

Na mesma linha de Norah Jones descobri hoje mais uma sonoridade muito agradável que muito me apraz partilhar convosco. Katie Melua acaba de lançar o seu novo disco, o terceiro, intitulado Pictures.
Vale a pena.

Site oficial: http://www.katiemelua.com/index.html

CCB


Visitei hoje pela primeira vez o Centro Comercial Bombarda, depois de ter ouvido boas indicações.
É um espaço alternativo, dominado pelo bom gosto e pela arte. Lojas pequenas e requintadas onde se podem encontar produtos únicos.
Nada tem a ver com o tradicional, megalómano, shopping. Com pouco mais de 20 lojas, de onde se destacam as boutiques de roupa; os acessórios; uma loja dedicada a produtos de canhamo (malas, sapatilhas, carteiras, produtos de cosmética); um pequeno restaurante (3 pratos: carne, peixe e vegetariano, entre outras delícias); uma agradável explanada; uma loja de roupa com artigos únicos em segunda mão, vindos de Nova Iorque, Paria, etc; entre outras de igual interesse.

Recomendo vivamente.

CCB - Centro Comercial Bombarada
Rua Miguel Bombarda 285, Porto.
Aberto da 12h às 20h de Segunda a Sábado.
Blog: http://www.ccbombarda.blogspot.com

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

O Pretexto do Tempo


O tempo é usado muitas vezes como forma de quebrar o gelo, perante uma situação que nos constrange: "- Está uma bela manhã, não acha?"; "- Têm estado uns bons dias de calor!"; "- Está um tempo esquisito!"; etc.
Este tipo de frases servem para quebrar o silêncio entre duas pessoas, ou mais, que mal se conhecem, mas que por um motivo qualquer foram obrigados a estar na presença um do outro durante alguns instantes.
Hoje falo-vos do tempo não para quebrar o gelo, ou por estar constrangido com a vossa presença, mas porque este Verão prolongado me tem sabido bem.
Sou daquelas pessoas que gosta de dias de sol, apesar de apreciar cada estação com as particularidades que as caracterizam.
Dias de praia em Outubro não é todos os anos (não que eu seja muito de praia)
O Verão de São Martinho até corre o risco de passar despercebido. E a fogueira onde a caruma em brasa assa as castanhas servirá somente para esse fim, pois a ausência de frio não nos leva a aquecer o corpo junto das labaredas festivas de São Martinho.

(fotografia: Gary John Norman)

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Renascer


Por vezes, é preciso bater no fundo para de seguida se atingir a genialidade.
Quantos relatos há de pessoas que estiveram quase a desistir das sua vidas, devido a enormes dificuldades, e que graças à sua garra se elevaram muito acima daquilo que alguma vez haviam atingido.
As adversidades e sobretudo a humilhação permite a estes seres extraordinários resgatarem forças desconhecidas até então, permitindo-lhes obter o sucesso.

(fotografia: Eric Van Den Brulle)

sábado, 6 de outubro de 2007

O Guerreiro Pacífico

A partir do momento em que se presta uma atenção minuciosa a qualquer coisa, nem que seja a uma simples erva, esse universo em si torna-se misterioso, espantoso, indescritivelmente magnífico

Henry Miller

Esta frase de Henry Miller caracteriza devidamente um dos conteúdos do filme Peaceful Warrior (O Caminho do Guerreiro Pacífico) estreado esta semana nas salas de cinema. A nossa mente vive no passado ou no futuro e, infelizmente para nós, o presente fica esquecido. Não se vive o momento, passando-nos ao lado tanta magia.
O filme é uma verdadeira lição de vida, e arrisco-me a dizer que foi um dos melhores filmes que já vi. Nele são realçadas as verdadeiras capacidades do ser humano e a dificuldade do Homem em compreender o básico.
A velocidade da nossa Era é tal que a vida passa entre os dedos sem ser vivida ao mais ínfimo pormenor. Esse pormenor que não se vê, mesmo estando em frente aos nossos olhos, pois a mente está cheia de lixo e a simplicidade, o básico, não tem lugar.
Aconselho os caros leitores deste blog a verem o filme. O trailer que mais abaixo vos indico peca por escasso, pois é impossível abarcar o conteúdo da película em breves minutos.
Bom cinema!
Trailer do filme Peaceful Warrior