quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011


Quando o tardio da hora me impele a dormir, mas os meus olhos abertos me dizem o contrário e a mente num tal rodopio divaga por mil histórias, fazendo do papel e da tinta que nele escrevo os meus confidentes desta noite.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Há homens que são demasiado grandes para o corpo que possuem.
Assim sendo, nas amarras da sua condição, extrapolam para além dos limites na medida do possível.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011


Os amigos são a minha maior riqueza, aos quais a crise não pode deitar mão.
E esta lua cheia, brilhante, que me persegue e não deixa espaço para a escuridão na minha vida.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Aconchego

Olhos brilhantes de vida convidam-me à partilha, ao aconchego da amizade. 
O ambiente gerado é quente e doce, tal como as sensações proporcionadas.
O abraço, a carícia, o sorriso. 
Sem palavras, tudo é expresso no carinho da presença do outro.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Não consigo guardar para mim o que é belo. Só compartilhando é que a beleza tem sentido.