Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2009

Shaktí* (V)

Seus cabelos negros lembram-me a noite, mas não uma noite qualquer. Uma escuridão profunda envolta somente pela natureza, onde a presença humana nada perturba. Em tal breu posso apreciar as estrelas que brilham com mais intensidade, luminosidade que emana igualmente do seu sorriso sincero, puro.
A pele bronzeada confere-lhe um toque marcadamente latino e sensual, e o olhar profundo deixa antever sonhos e histórias de alguém que está em perfeita harmonia com a vida.
Toda a essência do poder feminino da shaktí em si é revelado pelo toque dos seus dedos nos negros e alvos degraus que levam o ser ao êxtase da musicalidade.
* Shaktí - Energia, força. Esposa ou companheira no sádhana tântrico. Mãe divina.

Lagaet

Um português com arte no corpo.

Escrita

Contínuo deslizar da esfera na superfície branca, de ligeira rugosidade. Esferográfica moderna que desliza sem ruído e sem esforço, muito distante das penas de outrora, que arranhavam o papel numa relação mais intensa, mais íntima, não tão vulgar.

Shaktí* (IV)

Fosse a arte personificada e esta seria, certamente, uma das melhores formas de a representar.
Esguia, de cabelos encaracolados e olhar penetrante. O seu corpo não se move, flutua. Todos os elementos combinam com ela, tem fogo na atitude, ar na leveza dos movimentos, água na fluidez e terra na firmeza que a caracteriza.
Um sorriso de criança sincera, um semblante sem idade, intemporal.
Poderia ter vivido em qualquer época, integrando-se harmoniosamente, sendo aceite como a Shaktí que na verdade é.

* Shaktí - Energia, força. Esposa ou companheira no sádhana tântrico. Mãe divina.

Literatura Digital

Para os amantes dos livros, ou não, está aí a primeira produção que combina "literatura, internet e cinema". O "Thriller" digital é lançado hoje e dá pelo nome de Level26.
O enredo avança ao ritmo do clique e a cada vinte páginas pode-se assistir a um filme de três minutos "que faz a ponte de um capítulo para o outro".
O autor chama-se Anthony Zoiker, o mesmo que criou a série televisiva CSI: Crime Sob Investigação.

Site: www.level26.com

Não se assustem os amantes da literatura tradicional, pois estas tecnologia irão coexistir durante muito tempo com o livro tradicional, pelo menos enquanto existirem leitores tradicionais, como eu. Assim espero!

(Fonte: Jornal Metro, edição do dia 8 de Setembro de 2009)