domingo, 24 de fevereiro de 2008

Somewhere Over The Rainbow

Existem muitos sons, músicas, melodias que nos deixam, inesperadamente, rendidos, completamente fascinados. O poder da música é brilhante. Uns acordes, por vezes bem simples, acompanhados por uma boa voz e a melodia ideal despoletam no ser humano um estado de alegria e bem estar extraordinários.
Espero que a música que a seguir vos apresento possa ter o mesmo efeito em vocês que teve em mim. Já perdi a conta das vezes que a ouvi nas últimas horas.
A música Somewhere Over The Rainbow fez parte da banda sonora do aclamado filme O Feiticeiro de Oz, em 1939. Com música de Harold Arlen e letra de E. Y. Harburg. No entanto, a versão que me cativou foi a de Israel Kamakawiwo'Ole, à qual é acrescentada, como se somente de uma música se trata-se, a letra de Louis Armstrong What a Wonderful World, tornando-se assim uma mensagem com sentido redobrado.

Letra:
Oooo...
Somewhere over the rainbow
Way up high
And the dreams that you dreamed of
Once in a lullaby ii ii iii
Somewhere over the rainbow
Blue birds fly
And the dreams that you dreamed of
Dreams really do come true ooh ooooh
Someday I'll wish upon a star
Wake up where the clouds are far behind me ee ee eeh
Where trouble melts like lemon drops
High above the chimney tops thats where you'll find me
oh
Somewhere over the rainbow bluebirds fly
And the dream that you dare to,why, oh why can't I? i
iiii

Well I see trees of green and
Red roses too,
I'll watch them bloom for me and you
And I think to myself
What a wonderful world

Well I see skies of blue and I see clouds of white
And the brightness of day
I like the dark and I think to myself
What a wonderful world

The colors of the rainbow so pretty in the sky
Are also on the faces of people passing by
I see friends shaking hands
Saying, "How do you do?"
They're really saying, I...I love you
I hear babies cry and I watch them grow,
They'll learn much more
Than we'll know
And I think to myself
What a wonderful world (w)oohoorld

Someday I'll wish upon a star,
Wake up where the clouds are far behind me
Where trouble melts like lemon drops
High above the chimney top that's where you'll find
me
Oh, Somewhere over the rainbow way up high
And the dream that you dare to, why, oh why can't I? I
hiii ?
Oooo...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Buddha-Bar = boa música

Este post é para aqueles que ainda não conhecem a fabulosa série de discos Buddha-Bar (já vai no 10.º).
Desde o ano de 2000 que vêm sendo editados e privilegiam a boa música que se faz por esse mundo fora. Cada álbum é composto por dois cds. O primeiro mais calmo, excelente para criar ambiente, o segundo mais dançante.
A música portuguesa também é contemplada, no quinto álbum, música n.º9 do primeiro cd, Mariza encanta com a Loucura.
No post anterior já vos deixei um exemplo, retirado do volume IX.
Hoje deixo-vos com um swing bem mexido dos Parov Stelar, Chambermind Swing, desse mesmo volume.


Mais informações aqui

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008


Hoje,
Para além do sentimento que me preenche,
Quero manifestá-lo por palavras.
Palavras que fiquem gravadas no tempo,
E dizer que vos amo,
Amigos, colegas de jornada.
Empreendamos a caminhada das nossas vidas,
Tornemo-nos polos de mudança.
Levemos mais além a essência que nos move.
Acredito do fundo do coração
Que uma nova e bela fase se aproxima.
Só depende de nós,
O futuro aguarda-nos.

SwáSthya

(fotografia: Scott Heiner)