Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2008

Jean Michele Jarre no Porto

Imagem
Pela primeira vez no nosso país, Jean-Michele Jarre irá actuar nos Coliseus de Lisboa e Porto, a 25 e 27 de Abril respectivamente.
Considerado um dos músicos mais extraordinários do mundo, costuma actuar ao ar livre para milhões de pessoas. Por esse motivo será um privilégio poder escutá-lo num espaço reservado a cerca de 3.000.
Com mais de 80 milhões de singles vendidos consta do livro dos Recordes do Guinness.
Passam agora 30 anos do lançamento do aclamado clássico Oxygene.
Os bilhetes já estão à venda. Preços entre € 25 e € 55.
A não perder.

Deixo-vos com duas músicas: Rendez Vous (ao vivo) e Teo & Tea (videoclip).



...e por falar em bicicletas: Biketour 2008

Para os interessados em participar no Porto BikeTour 2008 consultem os links que abaixo apresento. Leiam o regulamento, as faq's e saibam como participar.
Com € 60 fazem o tour e recebem uma bicicleta (só se pode participar com as bicicletas que eles dão), um capacete, uma mochila, t-shirt, medalha, diploma, bomba de ar, bebida e brindes promocionais.

Quando: dia 20 de Julho.
Inscrições: nos CTT (o mais rápido possível, pois a edição de Lisboa - um mês antes - já esgotou)

Regulamento
Faq's

Site Oficial

A bicicleta outra vez

Imagem
Recordo-me perfeitamente da alegria que senti quando na infância recebi a minha primeira bicicleta. Horas e horas a pedalar, sentindo a brisa no rosto. Uma agradável sensação de liberdade, que mais tarde viria a descobrir também nas motos. Mas a bicicleta é diferente, logo a começar pelo ambiente, podemo-nos deslocar sem o agredir, coisa rara hoje. Além disso ainda nos exercitamos, resgatando alguma da saúde que o estilo de vida moderno nos vai cobrando.
Hoje levantei-me cedo, limpei a bicicleta, enchi os pneus, oleei a corrente e coloquei um selim mais confortável, e lá fui.
Não foi um trajecto muito logo, pois há muito tempo que não me aventurava a pedalar, mas percorri cerca de 15Km, Gaia-Porto-Gaia.
A maior dificuldade foi chegar à Ponte da Arrábida, pois os acessos do lado da cidade de Vila Nova de Gaia são inexistente, uma vergonha, para uma cidade que se pretende do século XXI. A solução foi levar a bicicleta às costas durante um curto percurso de escadas e subir uma ravina.
Apesar…