A bicicleta outra vez


Recordo-me perfeitamente da alegria que senti quando na infância recebi a minha primeira bicicleta. Horas e horas a pedalar, sentindo a brisa no rosto. Uma agradável sensação de liberdade, que mais tarde viria a descobrir também nas motos. Mas a bicicleta é diferente, logo a começar pelo ambiente, podemo-nos deslocar sem o agredir, coisa rara hoje. Além disso ainda nos exercitamos, resgatando alguma da saúde que o estilo de vida moderno nos vai cobrando.
Hoje levantei-me cedo, limpei a bicicleta, enchi os pneus, oleei a corrente e coloquei um selim mais confortável, e lá fui.
Não foi um trajecto muito logo, pois há muito tempo que não me aventurava a pedalar, mas percorri cerca de 15Km, Gaia-Porto-Gaia.
A maior dificuldade foi chegar à Ponte da Arrábida, pois os acessos do lado da cidade de Vila Nova de Gaia são inexistente, uma vergonha, para uma cidade que se pretende do século XXI. A solução foi levar a bicicleta às costas durante um curto percurso de escadas e subir uma ravina.
Apesar desse pormenor foi um passeio bem agradável, e uma coisa vos posso garantir, não vou ficar muito tempo sem lhe voltar a pegar.

(fotografia: Kai Wiechmann)

Comentários

Indy disse…
Que passeio agradável. Tens que trazer a bicicleta para darmos uns passeios na Pereira City.
Beijinhos!

Mensagens populares deste blogue

1 ano

Aroma a feno