quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Byblos


Dia 6 de Dezembro vai abrir a maior livraria portuguesa, em Lisboa. De seu nome Byblos, terá nada mais nada menos do que 4000 m2 de área bruta, onde albergará 150 mil títulos.
A ideia, segundo o seu criador Américo Areal, ex editor e dono da Asa, é albergar num só espaço todo o catálogo das editoras nacionais.
O projecto está a cargo do gabinete alemão Kreftbrübach, especialistas em livrarias.
A tecnologia será uma mais valia neste espaço cultural. Vários plásmas sensíveis ao toque estarão distribuídos pela livraria, para auxiliar o cliente na procura dos títulos. E caso um livro esteja arrumado fora de sítio também não será problema, pois o sistema indicará onde o mesmo se encontra através da tecnologia GPS, tendo em conta que todos os livros terão um chip integrado.
A livraria conta ainda com uma sala para eventos com lotação para 100 pessoas sentadas.

Um local a visitar logo que possível.

(Fonte: Jornal de Letras, Artes e Ideias n.º 968)
(Fotografia: Gary S Chapman)

6 comentários:

Carreira disse...

Bem..temos que alinhavar uma ida a mais um hino à cultura. que falta fazrm em Portugal!

ContorNUS disse...

bem pensado...
aguardemos pela abertura

SILÊNCIO CULPADO disse...

Óptimo! Fazes mais com este post que a Ministra da Cultura em todo o tempo de governação.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Vou fazer por lá estar. Estes são dos eventos que se devem promover.

Indy disse...

isso do sistema GPS é muito fixe.Principalmente para as pessoas que lá trabalham. Muito à frente. Quero visitar.

DS disse...

Parece-me um excelente casamento entre cultura e tecnologia, que haja mais exemplos desses.
Beijinho doce!