Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2013

Terra dos dias

Quando a vida te pulsa debaixo da pele não ocultes a tua vontade de vencer, não te reprimas, não sejas mais um que não cumpriu por medo de ir contra as convenções, contra aqueles que te prendem com amarras invisíveis, mas mais fortes do que qualquer corrente de aço.
Explode em realização sendo quem és, grita pela liberdade dos teus atos, pela alegria que em ti germina, bem no fundo de ti, mas que necessita da terra dos dias, da coragem para florir.
Há pessoas que nos engrandecem de forma arrebatadora, que chegam à nossa vida quase sem darmos por elas e que quando nos apercebemos já somos maiores.

Palavras para te ler

O facto das palavras que pretendo escrever, para gritar o teu nome e beleza ao mundo, ainda não existirem já demonstra a grandiosidade do teu ser.

Sentimentos que só fluem pela expressão, pelo toque, mas que não encontram termos na verbalização.

A mente agitada sonda sinónimos, termos próximos, quase ideais, mas nenhum serve para te descrever, para te revelar a alguém que não te conheça, para que pelas palavras esse te pudesse sentir, beber o teu perfume, saborear a tua voz nasalada, ver-te como na realidade és, mas expressa em tinta e papel, de onde te materializarias com todo o teu poder.

Assim, um simples texto levar-te-ia a qualquer parte do mundo e a tua beleza acompanhar-te-ia para gáudio daqueles que te lessem.
A maturidade é aquilo que tu julgas que já alcançaste mas que os outros têm a certeza que não atingiste.