Palavras para te ler

O facto das palavras que pretendo escrever, para gritar o teu nome e beleza ao mundo, ainda não existirem já demonstra a grandiosidade do teu ser.

Sentimentos que só fluem pela expressão, pelo toque, mas que não encontram termos na verbalização.

A mente agitada sonda sinónimos, termos próximos, quase ideais, mas nenhum serve para te descrever, para te revelar a alguém que não te conheça, para que pelas palavras esse te pudesse sentir, beber o teu perfume, saborear a tua voz nasalada, ver-te como na realidade és, mas expressa em tinta e papel, de onde te materializarias com todo o teu poder.

Assim, um simples texto levar-te-ia a qualquer parte do mundo e a tua beleza acompanhar-te-ia para gáudio daqueles que te lessem.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Frescura matinal

1 ano