Mensagens

1 ano

Dormes juntinho a mim, o teu pequeno braço sobre o meu, a tua delicada mão que me faz um carinho adormecido. Respiras profundo e dormes tão sossegado. Olho enternecido e vislumbro o teu futuro, as tuas descobertas, os altos e baixos, a alegria do crescimento constante e das conquistas. Hoje fazes um ano, foram 365 dias maravilhosos. E ainda só está a começar. Agora dorme meu menino, amanhã é um novo dia e nós estaremos aqui para juntos vivermos a vida com muito amor.
15 de setembro de 2017 x

Aroma a feno

O dia estava quente e o fim de tarde agradável, com uma ligeira brisa a percorrer o espaço. Quando saiu para o alpendre o aroma a feno fez com que viajasse até à infância, quando vivia no campo.Inalou de forma profunda e um sorriso ligeiro delineou-se na sua boca. Sentou-se num banco baixo e as cadelas, que ali estavam como ele a viver o instante, juntaram-se-lhe.Enquanto lhes afagava o pelo, desde a cabeça até ao dorso, elas como que sorriam e abanavam a cauda de forma pausada, sem agitação, em consonância com o momento.Por instantes, nada mais importou. Apenas a sensação da palma da mão a deslizar naqueles corpos aquecidos pelo sol, e o prazer repartido entre ele e as duas companheiras de pelo liso acastanhado.O sol escorregava para o ocaso lentamente, dando a sensação que descia mais devagar para proporcionar uns minutos extra daquele instante simples e único.

Shaktí* (XX)

De lábios de um vermelho intenso que se abrem num sorriso que abarca o mundo, acolhe-nos.
Raiados olhos de expetativa e otimismo, enormes e profundos.
Palpita-lhe nas veias a vida, puro entusiasmo e aventura.
Fogo constante, força na expressão, confiante e corajosa.
Atrevida e sempre disponível para revelar bom humor.
As agruras da vida não a esmorece, antes a enaltece.
Pela brisa do Mediterrâneo chegam amiúde​ boas novas do Lácio.---
* Shaktí - Energia, força. Esposa ou companheira no sádhana tântrico. Mãe divina.

Shaktís*

A beleza é o conjugar dos traços físicos com a marca inegável da personalidade. São esses dois pontos que a tornam mais ou menos expressiva, mais efetiva. O que é belo começa muitas vezes num olhar marcante, profundo, que desafia os cânones estabelecidos. De tempos a tempos, a natureza desafia o homem e uma shaktí gerada nas mais recônditas oficinas da criação humana pisa a terra, para mudar o curso do que estava estabelecido como belo até então. Tratados são reescritos, homens enlouquecem, mulheres tem um novo modelo a seguir. Surge uma diva! Vergamo-nos sobre nós mesmos e de joelhos no solo e olhar no céu contemplamos a mãe divina.

--- * Shaktí - Energia, força. Esposa ou companheira no sádhana tântrico. Mãe divina.

Frescura matinal

E é naquele momento, ao saborear a frescura do orvalho da manhã, dos campos brancos de geada, do frio gélido que a névoa te faz chegar, que pressionas o play e aquela música permite as condições ideais, numa simbiose perfeita para que o teu mais profundo ser, a tua essência, se manifeste. Passando pelas camadas do teu corpo socializado, camada após camada de condicionamento até que à flor da pele tomas conhecimento do todo. O simples torna-se magnânimo, o complexo deixa de existir. Por um momento sentes o pleno, o sorriso é a expressão mais visível desse sentimento, que lá no fundo te eleva grandemente.

Shaktí* (XIX)

De olhar misterioso e semblante de menina, não deixa de transparecer força a sua presença. Uma força subtil, que flui na sua beleza e no seu porte. Quando nos olha podemos facilmente sentir essa envolvência de shaktí, que nos acolhe no seu regaço e cuida. À brisa da manhã os seus cabelos ondulam, assim como ondula o seu corpo em palcos deste mundo, levando a ancestral cultura matriarcal aos que a buscam na senda do conhecimento. No seu rosto encontram-se traços de povos antigos, que lutaram pelo saber e que ela hoje preserva em si.
---
* Shaktí - Energia, força. Esposa ou companheira no sádhana tântrico. Mãe divina.

Shaktí* (XVIII)

Olhar de menina, sonhadora,
Crente no homem bom.
Filha da natureza.
Corpo esculpido pela brisa
Que molda as rochas milenares.
Tanto de mulher,
De shaktí verdadeira para despertar.
Basta olhar fundo nos seus olhos,
Para perceber as suas potencialidades.

Os seus lábios num sorriso sincero
Deixam transparecer a sua beleza,
Muito para além do corpo de mulher,
A beleza criadora, onde através da arte
Tornará o mundo um local melhor.

---
* Shaktí - Energia, força. Esposa ou companheira no sádhana tântrico. Mãe divina.