sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

E esta lua cheia, brilhante, que me persegue e não deixa espaço para a escuridão na minha vida.

Sem comentários: