terça-feira, 9 de outubro de 2007

Renascer


Por vezes, é preciso bater no fundo para de seguida se atingir a genialidade.
Quantos relatos há de pessoas que estiveram quase a desistir das sua vidas, devido a enormes dificuldades, e que graças à sua garra se elevaram muito acima daquilo que alguma vez haviam atingido.
As adversidades e sobretudo a humilhação permite a estes seres extraordinários resgatarem forças desconhecidas até então, permitindo-lhes obter o sucesso.

(fotografia: Eric Van Den Brulle)

4 comentários:

Carreira disse...

Amigo Marco apesar de não estar, julgo eu, a bater no fundo ando a passar por uma fase da minha vida menos boa. Estas tuas palavras, e as de sempre, dão algum alento ao teu amigo.
Espero ter sempre energia para conseguir dar a «volta por cima».
Abraço do amigo Carreira

Indy disse...

É verdade.Por vezes temos que passar por momentos menos bons para dar realmente valor às coisas. Depois da tempestade vem a bonança.
beijinho

SILÊNCIO CULPADO disse...

É verdade. É nas extremas dificuldades que o ser humano se revela. E são também os fortes abanões da vida que fazem com que ecludam capacidades e forças até então desconhecidas. Para isso é importante ter amigos e é também importante não perder a nossa auto-estima.

7 Pecados Mortais disse...

A todos os que tem contribuido com palavras de sabedoria, de solidariedade e até de humor, o muito obrigado pelo vosso apoio. Não estou nada preocupado e por isso mesmo decidi publicar esta convocatória que me foi dirigida como ARGUIDO. Tenho a minha consciência tranquila e apenas expus o que me revolta. Pelos vistos a máxima que diz que todos são inocentes até prova em contrário caiu em saco roto. Agora somos todos culpados e arguidos até prova em contrário. Ridículo como disse e é o País que temos. Abraços.