Há mundo em ti

Há mundo em ti que desconheces. Há vida infindável a sair por cada poro da tua pele, há energia suficiente para impulsionar a vida rumo a um futuro inimaginável. As correntes que te agrilhoam são muitas vezes fruto único da tua mente, não estão lá, nunca estiveram, mas tu julgas que sim. Consegues sentir o ferro frio que te prende os ossos. O peso da responsabilidade, da vida condicionada por tantas pressões, do teu querer sempre relegado para segundo plano, até que as forças da juventude se vão esvaído e na tristeza do teu lamento te julgas impotente para mais um passo que seja. E é então, que o sorriso de uma criança, ou uma simples brisa acompanhada por um raio de sol te banha a face e te eleva muito acima do teu triste existir e vislumbras que há muito mais. Nesse instante depende de ti estilhaçar o ferro e explodir em realização ou permanecer na comiseração do coitado que sempre foste e que sempre serás.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Frescura matinal

1 ano