Ainda ontem éramos crianças

Ainda ontem éramos crianças que brincavam como se o amanhã não fosse chegar. Esse amanhã que é hoje e que traz na recordação uma nostalgia dessa inocência, ora perdida, ora resgatada.

Ouço os nossos risos, a gargalhada de prazer puro enquanto brincávamos na terra lamacenta, em contraste com um sorriso branco puro e um brilho que deixava antever mil e uma possibilidades.

Hoje ainda há resquícios dessa infância em nós, é nesses momentos em que ela vem ao de cima que nos encontram a sorrir abertamente e com o universo no olhar.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

1 ano

Aroma a feno