terça-feira, 11 de outubro de 2011

A Lua cheia ilumina os seus olhos na escura noite.
Deambulando entre sombras inertes, solta um uivo que clama.

Sem comentários: