segunda-feira, 25 de julho de 2011

Deambulo pelo teu mar

Deambulo pelo teu mar
Semelhante a um bote à deriva.
As tuas ondas atormentam o meu navegar.
Contudo, não serei naufrago,
Possuo a arte de velejar nessas águas.

Sem comentários: