Countdown - Espectáculo Soberbo

 Silêncio, tudo à minha volta se torna harmonia, parte do público ainda bate palmas efusivamente. Os artistas já saíram do palco. A magia continua no ar, sou transportado no tempo e no espaço, deixo de ser eu para me integrar na essência do Universo. A arte a que acabo de assistir catapulta-me para um local poucas vezes frequentado, a sensibilidade magnificente após os nossos sentidos terem captado algo que ultrapassa a performance física e sonora, algo mais veio acoplado aos movimentos coreográficos, aos olhares intensos, à expressão apaixonante, à execução musical. Uma massa compacta de sensações envolveram o espaço, num misto de beleza, sensibilidade e algo arrebatadoramente visceral.
As lágrimas deslizam nos canais oculares, mas não se libertam, impeço que saiam, para não correr o risco de perder um braço dançante que coreograficamente saúda a assistência, um sorriso sincero que brinda a plateia, um apaixonante fluir que transforma artistas e público num só, unidos por uma cultura milenar sólida e repleta de sabedoria ancestral.

A vida tem destas coisas, de repente sinto-me pequeno, agradavelmente pequeno, ao ver a grandiosidade de artistas de tal calibre. E como se não bastasse o facto de poder assistir a tão elevada demonstração de bháva, de sankalpa, ainda tenho a honra de ser amigo pessoal destes seres brilhantes que ampliam a minha existência, de tal forma que não encontro palavras adequadas para o transmitir, a não ser pelo abraço apertado que darei a cada um na primeira oportunidade.

Obrigado.
Agora sim posso soltar uma lágrima!


[Dia 25 de Junho, no Grande Auditório do Rivoli, assista ao espectáculo na integra.]

Comentários

pimentinha37 disse…
Obrigada pelas palavras, que também comovem e expressam arte e sensibilidade. Um beijo e ainda bem que foste também testemunha deste momento
Sinto-me privilegiada por fazer parte desta egrégora que te proporcionou todos esses sentimentos. Adorei a forma como transformaste o que viste e sentiste em palavras, obrigada por teres deixado essa lágrima escorrer pelo teu rosto.
Gosto muito de saber que tenho perto!
Beijo
Laura Ferro disse…
Nossa Marco!!
Que lindo o que tu escreveu!!
E eu fico emocionada de ler as tuas palavras!

Obrigada!

Laura Ferro
Marco Santos disse…
Obrigado amigas.
Obrigado e continuem nessa caminhada tão bela.
Tentarei pela palavra fazer jus à vossa expressão artística.

Mensagens populares deste blogue

1 ano

Aroma a feno