Calor

Feixes de luz quente incidem sobre o meu corpo.
Uma reacção imediata, de prazer, capta essa energia vital.
Iniciando-se num breve arrepio da pele,
o calor,
entra por cada um dos poros, deslizando de forma suave,
envolvendo as células onde incide, e estas,
transmitindo a informação térmica às restante,
transportam a onda vibrante ao mais intimo de mim.

Comentários

Marco Santos disse…
Temos que ser irradiadores :D
Beijo.
Maria Antónia disse…
Fiquei quentinha... Uff. Vou tomar um copo de água para arrefecer. Ehehe! Bonito!
Martinha disse…
lindo como sempre....
Marco Santos disse…
Obrigado queridas.
Beijinhos
Marco, seja muito bem vindo!
A sua visita honra-me e inspira-me!
Li alguns dos seus textos e, no fundo, a conclusão que retirei é que ser feliz é grátis, nós é que complicamos!
Voltarei!
Um abraço,
Nina
Marco Santos disse…
Nina, muito obrigado.
Seja também muito bem-vinda a este humilde sítio.
Até breve.

Mensagens populares deste blogue

Frescura matinal

1 ano