Corro!

Coloco os phones, pressiono o play dando início a uma batida fluída. Saio para a rua.

Corro! Inspirando o ar fresco que me revitaliza. Inspiro profundamente, inalo vida. Com sorriso nos lábios, sinto a vibração da terra batida sob os meus pés, o contacto com o solo a tempos regulares e os momentos em que flutuo impulsionado entre passadas. Asfalto, terra, relva.

Corro! Sinto o calor do exercício, sinto-me bem. Gente que passa por mim com pressa, a correr, mas sem prazer, a corrida da vida que urge.

Corro! Sem destino, corro por gosto. Sinto a gota de suor que desliza pela testa, corro mais, alongo a passada, levanto mais os joelhos. Salto obstáculos, movimento a cabeça ao ritmo da sonoridade musical.

Corro! Sentindo a brisa marítima bater-me no rosto, movimento os braços coordenadamente, com os punhos fechados mas sem os contrair. Corro solto, mas com decisão. Acelero um pouco, à medida que olho o horizonte, onde o mar acaricia o céu azul.

Corro! A batida cardíaca aumenta, a respiração acelera, esforço-me por manter a frequência da passada.

Paro! O ritmo cardíaco ecoa na minha mente, a respiração ofegante vai amainando e os meus olhos brilham a cada inspiração profunda.

Comentários

Anónimo disse…
Olá!
Se calhar passamos um pelo outro a correr :)
Beijinho
Inês
Marco Santos disse…
Olá Inês,

quem sabe!

Beijinho.
Indy disse…
Quando sair do trabalho vou fazer jogging. Descreveste tão detalhamante que senti a minha frequência cardíaca aumentar.:-)
Marco Santos disse…
Que lindo manita,
isso mesmo.

Beijinhos.

Mensagens populares deste blogue

Frescura matinal

1 ano