Sê!

Solta as asas, enfrenta o medo, sê tu mesmo, sem as amarras das lentes pelas quais te observas.
Dá o salto, é chegada a hora de cortar a corrente e fluíres em direcção à plena realização.
Vivência a energia que te impulsiona rumo ao sucesso, não a negues, escuta-a.
Apura os sentidos, fecha os olhos e sente o vibrar universal que se alinha a todo o momento para te acordar do sono do homem moderno.
Pulsa o teu coração nesse pequeno peito, dá-lhe espaço, faculta-lhe uma oportunidade de bater sem limites.
Abraça a oportunidade sempre que ela te surgir, não desperdices as dádivas da vida, elas não abundam para os que as negligenciam.

Comentários

DeTigre disse…
Muito BOM! Viz, estás lá, bro!
Amei MESMO!!!

Obrigado!
Deixo uma questão interessante para os teus caros leitores.

Ser ou estar, eis a questão?
Anónimo disse…
Lindo... que a força das tuas palavras esteja sempre presente na minha mente ... e que a nossa amizade se desenvolva com a mesma fluidez que as tuas palavras nos tocam e penetram!
fernando feijão
Marco Santos disse…
Obrigado amigos DeTigre e Fernando Feijão.

Que bom que as minhas palavras sejam recebidas com tanto carinho pelos amigos.

Abraços aos dois.
Susana disse…
Lindo e inspirado!

Ser, sem dúvida.

Mensagens populares deste blogue

1 ano

Aroma a feno