sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Sê!

Solta as asas, enfrenta o medo, sê tu mesmo, sem as amarras das lentes pelas quais te observas.
Dá o salto, é chegada a hora de cortar a corrente e fluíres em direcção à plena realização.
Vivência a energia que te impulsiona rumo ao sucesso, não a negues, escuta-a.
Apura os sentidos, fecha os olhos e sente o vibrar universal que se alinha a todo o momento para te acordar do sono do homem moderno.
Pulsa o teu coração nesse pequeno peito, dá-lhe espaço, faculta-lhe uma oportunidade de bater sem limites.
Abraça a oportunidade sempre que ela te surgir, não desperdices as dádivas da vida, elas não abundam para os que as negligenciam.

4 comentários:

DeTigre disse...

Muito BOM! Viz, estás lá, bro!
Amei MESMO!!!

Obrigado!
Deixo uma questão interessante para os teus caros leitores.

Ser ou estar, eis a questão?

Anónimo disse...

Lindo... que a força das tuas palavras esteja sempre presente na minha mente ... e que a nossa amizade se desenvolva com a mesma fluidez que as tuas palavras nos tocam e penetram!
fernando feijão

Marco Santos disse...

Obrigado amigos DeTigre e Fernando Feijão.

Que bom que as minhas palavras sejam recebidas com tanto carinho pelos amigos.

Abraços aos dois.

Susana disse...

Lindo e inspirado!

Ser, sem dúvida.