sexta-feira, 9 de maio de 2008

Shaktí* (II)

Ao vislumbrarmos tal figura a primeira imagem que nos fica são os longos e lisos cabelos da cor da terra. Sob esses fios sedosos, soprados pelo vento, resplandece uma pedra preciosa, só produzida pela essência mais profunda da natureza.
Lapidadas cirurgicamente, as suas formas, dignificam a espécie feminina.
Leve e aromática, deixa o espaço por onde passa perfumado.
Seus olhos reflectem igualmente a terra, brilhantes, cheios de vida e ousados.
Quando a sociedade voltar ao matriarcado serão shaktís destas que governarão os desígnios dos homens, para nosso gáudio.

* Shaktí - Energia, força. Esposa ou companheira no sádhana tântrico. Mãe divina.

2 comentários:

monteiro disse...

Obrigada Marco, pelas palavras doces e divinas com que enalteces as mulheres com M grande!
Um beijo e continua a ser como és.
Sonia

Maria Manuel disse...

Sublime!! Como chocolate quente negro... que escorre sobre o gelado de fruta... Um beijinho, Maria