terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Para ti, Poetisa


Desejo-te um dia florido, pleno de sentido. Com tanto sentido como o das águas que correm no regato, que apesar de singelas e cândidas seguem o seu caminho na certeza de um dia encontrarem o mar.

Sem comentários: