Sentiste?


Inalaste o ar fresco, hoje ao sair de casa?
Inspiraste profundamente sentindo a brisa fazer parte de ti?
Viste o céu azul acima da tua cabeça, ocupada com tantas preocupações menores?
Reparaste como aquela andorinha pintava o cenário?
Ouviste os subtis sons da natureza encobertos pelos ruídos de uma cidade que acorda já com pressa? Ouviste?!
Aquele cuco lá longe no bosque que teimava em fazer-se ouvir e dar-te os bons dias com um recital melodioso.
E o toque suave e doce da criança que passou por ti na rua, que com uma mão tocou na tua enquanto a outra era puxada com firmeza pela mão da mãe, atrasada na sua azafama matinal.
Gostaste da fruta fresca e doce que comeste a meio da manhã, ou não te recordas, porque a tua atenção estava focada na exigência de um normal dia de trabalho?

Comentários

DeTigre disse…
...que subtil esta mensagem tão ténue para quem não a sente. Mas somente quem dentro a ressente, com realidade que é, pode deliciar-se por completo.
Gostei! Abraço DeTigre
Mário sá disse…
Essa foto é muito bonita, com uma mulher tb ela bonita mas só é pena ela não estar na minha cama...
Abraço.

Mensagens populares deste blogue

Frescura matinal

1 ano