domingo, 30 de dezembro de 2007

O Planeta Terra


Recentemente tive conhecimento de uma magnífica série chamada O Planeta Terra, graças ao meu amigo FMSG. Os documentários são da autoria da BBC, que já nos habituou à sua qualidade, mas desta vez superaram-se em todos os níveis.
Divididos em 6 dvds com 11 episódios, mostra-nos o planeta de uma forma como até então nunca foi visto.
"Com recurso à alta definição e com um orçamento sem precedentes (...) é o projecto mais caro e mais ambicioso alguma vez criado pela BBC. Foram investidos 16 milhões de euros numa produção que se estendeu por mais de cinco anos, com a utilização de 40 câmaras durante mais de dois mil dias de filmagens e em mais de duzentos locais diferentes. (...) A caixa inclui ainda uma mini-série de três episódios que olha para o futuro do nosso planeta e para os perigos que ameaçam a vida dos animais, de alguns lugares e, em última instância, do ser humano. (...) Cada um dos 11 episódios de 50 minutos inclui o Making of e uma Galeria de Fotografias"
(Lusomundo)

A não perder, de forma alguma.

Veja o trailer:

Veja algumas fotos clicando aqui.
Mais informações aqui.

domingo, 16 de dezembro de 2007

Compianto, de Niccolo Della'Arca


Passava eu os olhos pela obra A Linguagem Secrteta do Renascimento, da Editorial Estampa, quando me deparo com a magnífica obra do artista italiano Niccolo Dell'Arca, Compianto (lamentação).
Este magníco conjunto de peças representam o lamento dos familiares e amigos de Cristo após a sua morte. Moldadas em terracota e posteriormente pintadas a cor, para dar o máximo realismo. Com o tempo as cores desapareceram e as peças foram pintadas de branco, dando a ideia de mármore.
Grande artista, sem dúvida, aquele que é capaz de passar para a obra de arte pormenores tão característicos do ser humano.
Niccolo Dell'Arca - escultor italiano, 1462-1494.

domingo, 2 de dezembro de 2007

Soberbo - Cirque du Soleil


Num formato diferente do costume, o magnífico Cirque du Soleil, brindou-nos estes dias com um hino aos espectáculo, no verdadeiro sentido da palavra.
Música, dança, acrobacias, humor e efeitos visuais do melhor que se faz actualmente. Só para terem uma ideia, cada projector custa um milhão de euros, e eram quatro.
Por muito que tente não sou capaz de exprimir por palavras a magnificência do todo, que tive possibilidade de ver ontem no Pavilhão Atlântico. Aqueles que tiveram a possibilidade de assistir sabem do que eu estou a falar. Dificilmente, nos próximos tempos, voltarão ao nosso país com a mesma performance, pois, como já referi, este não é o espectáculo típico do Cirque du Soleil.
Em Abril voltarão com Quidam, no Grand Chapiteau, mais circo, menos música e efeitos visuais.
Se tudo correr como espero, lá estarei.

Site oficial: Cirque du Soleil

domingo, 25 de novembro de 2007

Artista: Nuno Campos

Na minha visita ao Mundo Mix PT 2007 houve um artista que pelo seu talento me despertou especial interesse. Falo-vos do jovem pintor Nuno Campos que, de joelhos, logo à entrada do certame, pintava de forma extraordinária placas de cartão maquete com uma técnica de spray, muito semelhante à dos artistas do graffiti.
Em 10 minutos fazia um quadro. As pessoas que passavam ficavam a ver a arte surgir na placa branca. Era um espectáculo à parte, vinte, trinta pessoas a olhar o artista. E no final virava a obra para a assistência e era louvado com uma salva de palmas.
Não podia deixar de publicitar aqui o seu trabalho.
Escusado será dizer que fiquei cliente.

Mais informações em: http://www.myspace.com/kampsart

Algumas pinturas:









Parabéns.

Mundo Mix PT 2007


Realizou-se este fim-de-semana mais uma edição do Mundo Mix, "projecto de divulgação de novos talentos nas áreas da cultura, moda, música, artes, e multiméda, que pretende facilitar a estes talentos a comercialização das suas obras."
O conceito nasceu no Brasil em 1994 e desde então tem vindo sempre a crescer. Em Portugal a primeira edição realizou-se em 2003, em Monsanto.
Este ano de 2007 o evento aconteceu na Alfândega, na Cidade do Porto.
No enorme espaço podia-se encontrar pintura, feita no momento; roupa; bijutaria; t-shirts; fotografia; artigos da mais variada espécie.
Uma palavra descreve aquilo que vi nas minhas visitas: originalidade.

Para mais informações: Mundo Mix

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Viseu, Linda Cidade Museu


No passado fim-de-semana fui de visita à minha querida cidade de Viseu, de encontro às raizes. Aproveitei para tirar umas breves fotografias, de forma a dar a conhecer esta bela cidade ao leitores do blog.
Espero que em breve a visitem, não se vão arrepender.



(clique nas imagens para as ampliar)

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Recordar

Hoje quero partilhar com vocês um texto que aqui escrevi a 11 de Janeiro de 2006, e que julgo de interesse recordar, até porque alguns ainda não conheciam estas paragens: Criança Interior

sábado, 17 de novembro de 2007


"Não existe nada excepto os átomos e o vazio. Tudo o resto é opinião"
Demócrito de Abdera


(fotografia: Imagewerks)

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Byblos


Dia 6 de Dezembro vai abrir a maior livraria portuguesa, em Lisboa. De seu nome Byblos, terá nada mais nada menos do que 4000 m2 de área bruta, onde albergará 150 mil títulos.
A ideia, segundo o seu criador Américo Areal, ex editor e dono da Asa, é albergar num só espaço todo o catálogo das editoras nacionais.
O projecto está a cargo do gabinete alemão Kreftbrübach, especialistas em livrarias.
A tecnologia será uma mais valia neste espaço cultural. Vários plásmas sensíveis ao toque estarão distribuídos pela livraria, para auxiliar o cliente na procura dos títulos. E caso um livro esteja arrumado fora de sítio também não será problema, pois o sistema indicará onde o mesmo se encontra através da tecnologia GPS, tendo em conta que todos os livros terão um chip integrado.
A livraria conta ainda com uma sala para eventos com lotação para 100 pessoas sentadas.

Um local a visitar logo que possível.

(Fonte: Jornal de Letras, Artes e Ideias n.º 968)
(Fotografia: Gary S Chapman)

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Peter Murphy em Gaia

É já no dia 30 de Novembro que um dos grandes vultos da música independente se apresentará no Pavilhão Municipal de Gaia. Ex-líder da mítica banda Bauhaus, que movimentou massas nos anos 80.
Os bilhetes não devem tardar a esgotar e o perço é mais do que convidativo: €10,00.

Deixo-vos com uma música que certamente traz imensas recordações e quem sabe alguma nostalgia: Cuts You Up

Quando saí


Quando saí,
Dormias como um anjo

Num pedaço de nuvem.
A tua nuvem.

Sono descansado e merecido.

Senti vontade de te acariciar,

Com um beijo sorridente.

Mas não,

Respeitei o teu espaço, o teu descanso.


Que enorme prazer

Partilhar com alguém a vida
E crescer a cada momento,
Levando de vencida a egrégora social.


És pássaro, és anjo,

Sente as tuas asas.

Não tenhas medo de voar.

Voemos os dois em direcção ao conhecimento.

domingo, 4 de novembro de 2007

Imagine você também



Nunca é de mais recordar estas simples palavras, mas com tanto significado:
Imagine there's no heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for today...

Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too
Imagine all the people
Living life in peace...

You may say I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope someday you'll join us
And the world will be as one

Imagine no possessions
I wonder if you can
No need for greed or hunger
A brotherhood of man
Imagine all the people
Sharing all the world...

You may say I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope someday you'll join us
And the world will live as one

Obrigado John.

sábado, 20 de outubro de 2007

Festa Mundial da Animação


De 22 a 28 de Outubro o cinema de animação é celebrado na Casa da Animação, no Porto. Um vasto programa de Segunda a Domingo.
A página oficial informa: "O Dia Internacional da Animação deu origem a um evento de repercussão mundial que celebra a arte do cinema de animação. A efeméride é celebrada em mais de 50 países através da organização de uma Festa Mundial. Em Portugal, a Casa da Animação é a antena do evento."

Entrada Livre

Casa da Animação
Rua Júlio Dinis, Edifício Les Places 208 - 210, Porto
Site oficial do evento aqui
Cartaz da autoria de Abi Feijo

Katie Melua

Na mesma linha de Norah Jones descobri hoje mais uma sonoridade muito agradável que muito me apraz partilhar convosco. Katie Melua acaba de lançar o seu novo disco, o terceiro, intitulado Pictures.
Vale a pena.

Site oficial: http://www.katiemelua.com/index.html

CCB


Visitei hoje pela primeira vez o Centro Comercial Bombarda, depois de ter ouvido boas indicações.
É um espaço alternativo, dominado pelo bom gosto e pela arte. Lojas pequenas e requintadas onde se podem encontar produtos únicos.
Nada tem a ver com o tradicional, megalómano, shopping. Com pouco mais de 20 lojas, de onde se destacam as boutiques de roupa; os acessórios; uma loja dedicada a produtos de canhamo (malas, sapatilhas, carteiras, produtos de cosmética); um pequeno restaurante (3 pratos: carne, peixe e vegetariano, entre outras delícias); uma agradável explanada; uma loja de roupa com artigos únicos em segunda mão, vindos de Nova Iorque, Paria, etc; entre outras de igual interesse.

Recomendo vivamente.

CCB - Centro Comercial Bombarada
Rua Miguel Bombarda 285, Porto.
Aberto da 12h às 20h de Segunda a Sábado.
Blog: http://www.ccbombarda.blogspot.com

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

O Pretexto do Tempo


O tempo é usado muitas vezes como forma de quebrar o gelo, perante uma situação que nos constrange: "- Está uma bela manhã, não acha?"; "- Têm estado uns bons dias de calor!"; "- Está um tempo esquisito!"; etc.
Este tipo de frases servem para quebrar o silêncio entre duas pessoas, ou mais, que mal se conhecem, mas que por um motivo qualquer foram obrigados a estar na presença um do outro durante alguns instantes.
Hoje falo-vos do tempo não para quebrar o gelo, ou por estar constrangido com a vossa presença, mas porque este Verão prolongado me tem sabido bem.
Sou daquelas pessoas que gosta de dias de sol, apesar de apreciar cada estação com as particularidades que as caracterizam.
Dias de praia em Outubro não é todos os anos (não que eu seja muito de praia)
O Verão de São Martinho até corre o risco de passar despercebido. E a fogueira onde a caruma em brasa assa as castanhas servirá somente para esse fim, pois a ausência de frio não nos leva a aquecer o corpo junto das labaredas festivas de São Martinho.

(fotografia: Gary John Norman)

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Renascer


Por vezes, é preciso bater no fundo para de seguida se atingir a genialidade.
Quantos relatos há de pessoas que estiveram quase a desistir das sua vidas, devido a enormes dificuldades, e que graças à sua garra se elevaram muito acima daquilo que alguma vez haviam atingido.
As adversidades e sobretudo a humilhação permite a estes seres extraordinários resgatarem forças desconhecidas até então, permitindo-lhes obter o sucesso.

(fotografia: Eric Van Den Brulle)

sábado, 6 de outubro de 2007

O Guerreiro Pacífico

A partir do momento em que se presta uma atenção minuciosa a qualquer coisa, nem que seja a uma simples erva, esse universo em si torna-se misterioso, espantoso, indescritivelmente magnífico

Henry Miller

Esta frase de Henry Miller caracteriza devidamente um dos conteúdos do filme Peaceful Warrior (O Caminho do Guerreiro Pacífico) estreado esta semana nas salas de cinema. A nossa mente vive no passado ou no futuro e, infelizmente para nós, o presente fica esquecido. Não se vive o momento, passando-nos ao lado tanta magia.
O filme é uma verdadeira lição de vida, e arrisco-me a dizer que foi um dos melhores filmes que já vi. Nele são realçadas as verdadeiras capacidades do ser humano e a dificuldade do Homem em compreender o básico.
A velocidade da nossa Era é tal que a vida passa entre os dedos sem ser vivida ao mais ínfimo pormenor. Esse pormenor que não se vê, mesmo estando em frente aos nossos olhos, pois a mente está cheia de lixo e a simplicidade, o básico, não tem lugar.
Aconselho os caros leitores deste blog a verem o filme. O trailer que mais abaixo vos indico peca por escasso, pois é impossível abarcar o conteúdo da película em breves minutos.
Bom cinema!
Trailer do filme Peaceful Warrior

terça-feira, 25 de setembro de 2007

sábado, 22 de setembro de 2007

Quintal


Em passeio de tarde de Sábado dirigi-me à Rua do Rosário, no Porto. Deambulando apreciei as galerias de arte, os ateliers, os edifícios, as pessoas que como eu por ali circulavam, até que parei diante do Quintal. Um espaço que já anteriormente me havia chamado a atenção, mas que aquando da minha primeira visita, num domingo, se encontrava encerrado. Trata-se de uma mercearia e cafetaria biológica, bem agradável e com uma pequena esplanada nas traseiras, onde algumas árvores contribuem com a sua sombra. O menu da cafetaria é uma delícia.
O local agradou-me, pelo que me sentei numa mesa do interior e enquanto lia um pouco degustei um sumo de uva biológico e uma tarde vegan de limão.
Apraz-me que espaços destes comecem a surgir, sendo uma alternativa ao comum café ou bar a que estamos habituados.

Parabéns pela iniciativa! Voltarei para provar mais algumas iguarias, a começar pela tarde de chocolate e pelo chá fresco de menta.

Quintal
Rua do Rosário 177, Porto
Blog: http://blogdoquintal.blogspot.com

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

"Fados" um filme de Carlos Saura

Estreia dia 4 de Outubro o filme Fados, do realizador espanhol Carlos Saura, completando-se assim a triologia que se iniciou com "Flamengo" (1995) e "Tango" (1998).
Em Fados Carlos Saura dá-nos a sua visão artística do fado, brindado-nos com uma mistura de Portugal, Brasil e África.
São muitos os artistas nacionais e internacionais que participam no filme, destaque para Mariza, Camané, Carlos do Carmo, Cesária Évora, Lila Downs, Caetano Veloso e Chico Buarque.
O jornal Sol online diz o seguinte: A estreia mundial deu-se na passada semana no Festival Internaciona de Cinema de Toronto. No final da exibição e acompanhado pelos fadistas Carlos do Carmo e Marisa, Saura foi presenteado com uma ovação que durou cerca de cinco minutos.

Promete! Eu vou ver, claro!

domingo, 16 de setembro de 2007

Recordações olfativas


Hoje ao fim da manhã choveu e a terra seca libertou o seu fantástico odor.
Corri para a varanda, fechei os olhos inalando profundamente e em poucos segundos havia sido transportado à minha infância.
Uma alegria indiscritivel apoderou-se de mim. Sorri abertamente, abri os olhos e com enorme gratidão fiquei a apreciar a chuva torrencial que caia e regava os campos.

(fotografia: Clive Nichols)

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

E tu?! Estás no caminho certo?


O que leva um homem a deixar a empresa onde trabalha, nada mais nada menos do que a Microsoft, para se dedicar ao voluntariado?
Só há uma resposta plausivel: a realização pessoal.
Poucos têm a coragem de revirar a vida do avesso, rumo à felicidade, deixando o factor económico para segundo plano.
Foi o que se passou com John Wood que recentemente escreveu o livro Sair da Microsoft Para Mudar o Mundo, onde nos dá a conhecer a sua decisão.
A muitos poderá parecer uma autêntica loucura, mas é uma atitude plausivel na óptica de uma minoria. Os primeiros preocupam-se com o monetário, o material, os segundos anseiam ser verdadeiramente felizes.
John Wood diz-nos "poucas pessoas no mundo tirarão tanto prazer naquilo que fazem como eu".

Este senhor criou a Room to Read, uma organização sem fins lucrativos que promove a literacia em vários paises do oriente e em África.

Site da organização: www.roomtoread.org
Site do livro: www.leavingmicrosoftbook.com

Título:
Sair da Microsoft Para Mudar o Mundo
Autor: John Wood
Editora: Casa das Letras
P.V.P.: € 17,00

domingo, 9 de setembro de 2007

Sábado de manhã

Hoje, ou melhor, ontem (pois já é Domingo) decidi deslocar-me até ao meu refugio no interior do país, e para tal usei os transportes públicos, em vez de me deslocar no meu bólide. Tive que apanhar três autocarros e a viagem de hora e meia ficou por quatro horas. Mas não me arrependi.
Levantei-me cedo e pelo caminho, numa bela manhã de Sábado, fui apreciando as calmas ruas e as paisagens circundantes.
Com o intuito de partilhar com vocês peguei no telemóvel e tirei estas fotos. Não reparem na qualidade, pois a máquina fotográfica do mesmo é bastante rudimentar. Vale a intenção.
Já tinha saudades de viajar assim, com mochila às costa e apreciar o percurso. Tenho de o fazer mais vezes, é sem dúvida uma viagem mais demorada, mas ganha-se em contemplação.
Há que viver mais devagar.

(no autocarro urbano)


(a pé a caminho da Estação de Camionagem)


(no expresso à saída do Porto)

sábado, 8 de setembro de 2007

Corrente da Amizade


Não sou muito dado a este tipo de correntes, por achar que acabam sempre por se tornar um exagero e que a sua essência acaba perdida, mas por respeito aos que me nomearam dou seguimento e nomeio os seguintes 10 blogues:

Cegueira Lusa
Poética Solar
O Outro Lado da Lua
Apartes
O Silêncio Culpado
Cartoonices
Pimenta Negra
Miguelpontocom
Moendo Café
Sete Pecados Mortais

Parabéns a todos eles.

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Folhas Soltas


Caem as primeiras folhas. Ainda é Verão, mas o Outono espreita, brincalhão, com vontade de entrar e soprar o seu fresco vento, soltando as folhas das árvores, que se rendem aos seus encantos e se despem para o receber.

(fotografia: Martin Ruegner)

terça-feira, 4 de setembro de 2007

Vestido Vermelho


Vestidos vermelhos, que singular peça de vestuário, quando indumentária de verão se passeia ao quente sol e à fresca brisa.
Sejam peles morenas ou alvas, um vestido vermelho fica sempre bem.

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Grandes Questões Científicas

Para os sedentos de conhecimentos eis que chegam as Grandes Questões Científicas, onde ao longo de quase 400 páginas vários cientistas de renome respondem a questões como: Deus existe? O que é o Tempo? O que é a consciência? Somos determinados pela natureza ou pelo ambiente? Qual é a causa da agressividade? Podemos acabar com as doenças? Podemos acabar com a fome? Continuamos a evoluir? Qual é o sentido da vida?
São vinte as questões tendo cada uma direito a um capítulo.

Deixo-vos com a sinopse da própria editora:

O que é a vida? Em que é que os homens são diferentes das mulheres? Como começou o universo? Todos nós pensamos nestas questões de tempos a tempos, mas os cientistas passam as suas vidas a investigá-las. Estarão perto de encontrar respostas?

Neste novo livro empolgante, alguns dos principais pensadores da ciência abordam vinte das realmente grandes questões que a humanidade se tem colocado ao longo de centenas de anos. As suas respostas são contextualizadas por comentários mais gerais que analisam perspectivas divergentes, de outros importantes cientistas contemporâneos, e o modo como se respondeu à mesma questão no passado. O resultado é uma súmula extraordinária do pensamento científico através dos tempos e um vislumbre de parte da mais avançada investigação actual.

Graças a este livro, ficamos a saber como é que a ciência está a investigar problemas que nos afectam a todos e percebemos que nos encontramos mais próximos do que imaginávamos de encontrar respostas para algumas das grandes questões científicas.

Título: Grandes Questões Científicas
Organização: Harriet Swain
Editora: Gradiva
Colecção: Ciência Aberta
ISBN: 978-989-616-157-6
PVP: € 16,00

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

A Geração de Orpheu


Para os amantes dos livros e da leitura deixo uma sugestão. A Planeta DeAgostini está a lançar a Biblioteca Fernando Pessoa e Geração de Orpheu, com a colaboração da Assírio e Alvim. Livros originalmente publicados pela Assírio, são agora disponibilizados ao público num formato diferente e mais acessível.
Quinzenalmente sairá uma obra de um dos três autores dessa Geração (Fernando Pessoa, Almada Negreiros e Mário Sá Carneiro). A primeira foi a Mensagem de Fernando Pessoa, a um preço simbólico de € 1,99. A próxima será Prosa de Ricardo Reis a € 4,99. As restantes ficarão por € 7,99.

Boas Leituras.

Uma grande verdade

«Aprendi que boas pessoas, quando estão motivadas, conseguem atingir grandes objectivos. Porém, é um trabalho constante mantê-las motivadas».
Jeffrey Fox

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Boa Sorte

Porque ultimamente ando muito musical, deixo-vos esta doce sonoridade: Vanessa da Mata e Ben Harper. Boa Sorte.

domingo, 19 de agosto de 2007

Sanvean

Se há músicas que me transportam pelos céus esta será certamente uma delas. Na voz da diva Lisa Gerrard dos Dead Can Dance deixo-vos, sem mais palavras, com: Sunvean.


quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Prática Milenar


Sento-me em Samánásana e vislumbro o magnífico cenário defronte: pela grande janela da sala de prática chegam os últimos raios de luz solar que trespassam a estátua de Shivanatarájá, banhado-me de energia vital.
Shiva, na sua representação de rei dos bailarinos, parece dançar neste cenário de contraluz.
A música que se ouve é suave, mas profundamente arrebatadora, levando-me ao mais profundo do meu ser.
Melodiosa, a voz da instrutora, dá o mote, iniciando uma prática ancestral de Yôga antigo.

Dias há como o de hoje em que um simples gesto reflexológico feito com as mãos, uma música visceral e um cenário de fim de tarde são bastante para despoletar o que de mais belo há no Ser Humano, rumo à beleza que é a vida. Notar pequenos grandes pormenores como a respiração, o movimento e a consciência profunda do ser integral que somos e das capacidades extraordinárias que temos.

sábado, 11 de agosto de 2007

Index Livraria - cultura agradável


Se procuram um espaço de cultura onde impera o bom gosto, aconselho uma visita à Index Livraria, na Rua D. Manuel II n.º 320, no Porto, junto aos Jardins do Palácio de Cristal e em frente à Biblioteca Municipal Almeida Garrett.

Boas compras, boas leituras.

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Férias

Férias deveriam ser sinónimo de descanso, passeio, contacto com a Natureza, festa e convívio. Pois para mim, assim foi a semana passada, numa bela aldeia do Montemuro.

E como dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras:

sábado, 28 de julho de 2007

Aimee Mann

Aimee Mann esteve no dia 25 de Julho em Portugal, tendo actuado no Coliseu de Lisboa. Felizes aqueles que puderam assistir ao concerto.
Quem não conhece musicas como Wise Up ou Save Me, que fizeram parte da banda sonora original do filme Magnolia.

Site Oficial aqui

quarta-feira, 4 de julho de 2007

Amigos artistas (2).


No seguimento do post "Amigos artistas", apresento-vos mais duas bandas alternativas e que muito me orgulho de ter por amigos. Ambas têm como base mantras (no Yôga: vocalização de sons e ultra-sons) adaptados a uma sonoridade mais contemporânea e muito bem conseguída:

Sankalpa - Banda composta por três elementos, todos eles Instrutores de SwáSthya Yôga, e que na junção de voz, percussão e guitarra criam uma sonoridade digna de registo.
Ainda com pouca estrada já demonstram um profissionalismo exemplar. Soberbos. Conheça melhor clicando aqui.

MaNtRa Projekt - São 4 os elementos, praticantes de SwáSthya Yôga, que dão corpo a este projecto. Num registo mais rock que os Sankalpa trazem-nos os mantras via guitarra eléctrica, bateria, darbuka e a voz feminina da vocalista. Ouça-os aqui.

Os meus sinceros parabéns.

quinta-feira, 28 de junho de 2007

Dia de praia.

Vivo a 20 minutos a pé da praia, mas, infelizmente, chego a estar um mês sem lá ir. Talvez deva reorganizar as minhas prioridades.
Ontem fui. Confesso que não sou muito dado a tostar, mas aprecio sobremaneira o prazer de relaxar deitado a ouvir o som das ondas. Gosto de passear pela areia molhada e sentir a água fresca nos pés.
Ontem, senti aquela felicidade de criança e um apetite enorme de correr e saltar naquele cenário maravilhoso de fim de tarde. Acompanhado da minha irmã aproveitei para registar alguns momentos e partilhá-los com vocês.

quarta-feira, 20 de junho de 2007

Amigos artistas.


Estamos habituados a ver os artistas na TV, no cinema, nas salas de espectáculos, mas raramente temos a oportunidade de nos aproximar deles, estabelecer contacto. Contudo, a arte não se limita aos nomes sonantes, pois existe expressão artística a rodos por esse mundo fora e hoje apresento-vos dois artistas e amigos:

The Walk Of Lampedusa - artista que apenas com a sua guitarra, voz e arranjos digitais cria uma sonoridade muito interessante e digna de ser divulgada. Para o conhecer cliquem aqui.

Budhi - banda de S. João da Madeira e que segundo as palavras dos mesmos: "Desde o começo procuraram desenvolver uma sonoridade crossover, próxima do rock e metal alternativo, numa mistura bastante heterodoxa e peculiar da música anglo-saxónica com sonoridades de outras regiões do mundo e correntes musicais mais alternativas". Ouçam aqui.

Parabéns amigos!

sábado, 9 de junho de 2007

Chegar ao topo ou ficar pelo caminho.


«Ao discípulo que mais dificuldades lhe forem impostas, este será o melhor discípulo.»
(Mestre DeRose)

Em muitos momentos da nossa vida depara-mo-nos com dificuldades imensas para atingir determinado objectivo a que nos propusemos. Alguns, poucos, sobem a íngreme montanha e após dedicação exemplar chegam ao topo, vislumbrando a magnífica paisagem a que têm direito, e com um sorriso nos lábios descem pelo lado oposto em direcção ao sucesso. Outros há, porém, que após sofrimento, lamentações e negativismo, desistem da sua subida e voltam para trás, de ombros caídos e com a desculpa de que esse objectivo afinal não era o seu. Não raro, desistem a um passo da concretização.
Tenho a felicidade de conhecer pequenos heróis que empreenderam a sua escalada, superando todos os obstáculos que se lhes opunham. Com uma garra férrea lutaram por aquilo que acreditavam e alcançaram-no, sendo hoje exemplo para aqueles que os rodeiam. Admiro profundamente tais seres e tenho orgulho em pertencer aos seus ciclos de amizades sinceras.
E é com admiração que constato que aqueles que tiveram mais dificuldades são hoje os que se destacam.
Nestes momentos tenho a certeza absoluta que alcançarei o cume e também contemplarei a paisagem com um sorriso inevitável.
A existência brinda-nos com um terreno acidentado e os cumes a alcançar são vários, mas após ultrapassarmos os primeiros as leis naturais tornam-se aliadas e com o balanço adquirido deslizamos, contornando com maior facilidade os obstáculos.

Dedico este texto àqueles que me servem de inspiração, que dão o exemplo e que sem receio caminham em direcção ao seu sonho.

terça-feira, 29 de maio de 2007

Aprendizagem pela escrita.


Aprender pela escrita tem sido uma experiência aliciante. Há quem pense que pela escrita nada se aprende e que o conhecimento advém da leitura, mas engana-se quem assim julgar.
A escrita que nasce no mais profundo do ser é quase transcendental, deixando-nos por vezes estupefactos com a capacidade que possuímos. Não raras vezes, após algumas semanas ou meses de ter escrito algum texto leio-o novamente e aprendo com o mesmo.
É esta a beleza da escrita, a capacidade de nos aprofundarmos no saber que nos é intrínseco, genético, transcendental ou como lhe quiserem chamar. O lapidar do auto-conhecimento.
O acto da escrita, ou dos materiais usados na mesma, vêm sofrendo alterações ao longo dos tempos: da pena e do tinteiro, passando pela caneta, até ao portátil. Contudo, a essência é a mesma, o pedaço de cada um de nós é veiculado por qualquer um deles. E a aprendizagem pela escrita continuará a ser uma das melhores formas de conhecimento de nós próprios.

“Aprenda tanto através da escrita como da leitura” (Lord Acton)